Dicas

Vamos disponibilizar algumas dicas de economia de energia .

 


 

Eficientização Energética em Supermercados

 


Para suas operações, esse setor utiliza uma quantidade considerável de energia elétrica, e o peso dos vários tipos de carga varia de empresa para empresa. A eficientização energética inicia quando engenheiros e arquitetos priorizam o aproveitamento das condições naturais. A concepção arquitetônica do prédio deve ser suficientemente inteligente para otimizar o que convém (luz natural, conforto térmico) e deprimir o inconveniente.

Ar-condicionado
É fundamental regular e limpar periodicamente os equipamentos do sistema de refrigeração do ambiente. É possível economizar energia programando desligamentos temporários de acordo com os horários de menor movimento de pessoas ou de temperatura externa mais amena, como no período da manhã.
É comum encontrar fregueses que reclamam do ar condicionado em supermercados, regulado para manter temperaturas muito baixas e, por isso, desconfortáveis.

Câmaras e balcões frigoríficos
Já vêm dotados de sistema de controle automático, que trabalha em função da temperatura necessária para a conservação dos alimentos. A melhor solução é reduzir permanentemente a quantidade desses equipamentos pela diminuição:
 

  • do estoque
     
  • da quantidade de produtos (por tipo e marca) em exposição
     
  • de bebidas geladas.


É possível também concentrar alguns produtos em determinadas câmaras ou balcões enquanto o supermercado estiver fechado, à noite. Os ganhos serão ainda maiores se esses equipamentos forem cobertos (isolados) com lonas plásticas ou assemelhados.
Complemente as medidas programando a quantidade e a duração das aberturas das câmaras frigoríficas.
E não se esqueça da manutenção preventiva.


Fornos e aquecedores elétricosEsses equipamentos são responsáveis por alto consumo de energia elétrica e as alternativas para otimizar seu funcionamento passam por medidas que podem comprometer o conforto dos clientes, como aumentar os intervalos entre fornadas de pão, reduzir estufas de frango assado e outras.
Compare as conveniências da substituição dos modelos elétricos por modelos a gás.

Iluminação
Como regra geral, prefira sempre a iluminação natural.
Ajuste o nível da iluminação artificial do estabelecimento às necessidades reais e instale lâmpadas de alto rendimento, como fluorescentes compactas. Cheque a real necessidade de manter a iluminação local de gôndolas e balcões frigoríficos, e descarte o que não for essencial. Em ambientes de pouca circulação, os comandos da iluminação podem ser feitos por sensores de presença.

Eletrodomésticos
Nas lojas ou departamentos de eletrodomésticos, reduza ao mínimo os aparelhos em exposição ligados permanentemente. Ligue somente quando houver interesse do cliente.
 

 

Dados :http://proceleficiencia.celesc.com.br/?novasessao=8


 

 

Eficientização Energética em Residências


Como é o consumo em sua casa

A Celesc está comprometida com a redução do desperdício nas residências pela mudança na forma como utilizamos a energia.

Em uma residência comum, o consumo médio se apresenta da seguinte maneira:


fonte:http://proceleficiencia.celesc.com.br/?novasessao=10

 

  • Geladeira: 30%
     
  • Chuveiro: 25%
     
  • Iluminação: 20%
     
  • Televisão: 10%
     
  • Ferro elétrico: 6%
     
  • Máquina de lavar: 5%
     
  • Outros: 4%



O Selo Procel é este:
Quando você comprar eletrodomésticos, dê preferência aos modelos que trazem o Selo Procel. É uma garantia de alto rendimento com baixo consumo de eletricidade. Os equipamentos certificados pelo Procel são:
 

  • Reatores Eletromagnéticos
     
  • Refrigerador de uma porta
     
  • Refrigerador Combinado
     
  • Refrigerador Frost-Free
     
  • Congelador vertical Frost Free
     
  • Congelador horizontal
     
  • Ar-condicionado de janela
     
  • Conidiconador de Ar Split
     
  • Ventilador de Teto
     
  • Televisores
     
  • Motor elétrico de indução trifásico de potência até 250CV
     
  • Coletor solar plano
     
  • Reservatórios Térmicos
     
  • Lâmpadas - 127 Volts
     
  • Lâmpadas - 220 Volts



Como ler o medidor e acompanhar o consumo

O medidor é composto por quatro relógios. A leitura é iniciada pelo primeiro deles, localizado à direita de quem o lê. O ponteiro gira no sentido do menor para o maior algarismo, conforme as setas indicam.

Veja um exemplo de leitura do medidor:



Subtraindo a leitura do mês anterior da leitura do mês atual obtem-se o consumo mensal em kWh:

7469 - 7153 = 316kWh

COMO ECONOMIZAR COM

 

A geladeira: existem muitos modelos de geladeira que apresentam potências variadas entre 150 e 400 W. Esse aparelho é responsável por cerca de 30% do consumo em uma residência. Veja o consumo médio mensal, segundo o modelo:

280 litros 45kWh
320 litros 50kWh
360 litros 65kWh
440 litros (duplex) 110Wh


É importante que, na geladeira e no freezer, haja um termômetro para ajudar a conferir as temperaturas e garantir a segurança dos alimentos. A temperatura de refrigeração deve ser de 4,5ºC ou menos e a de congelamento, -18ºC ou menos.

Dicas
 

  • Instale a geladeira em local bem ventilado, desencostada da parede, fora do alcance dos raios do sol e distante do fogão.
     
  • Não seque roupa utilizando a parte traseira. Siga as instruções do fabricante relativas ao ajuste da temperatura, como fazer o degelo e a limpeza geral.
     
  • Quanto mais for aberta, mais energia vai precisar para manter a temperatura programada.
     
  • motor da geladeira trabalha para refrigerar e também para retirar a umidade, portanto, não coloque líquidos em recipientes sem tampa.
     
  • Não forre as prateleiras da geladeira. Elas são vazadas para permitir a circulação do ar.


    O descongelamento e o recongelamento de alimentos
  • Se o alimento parcialmente descongelado apresentar cristais de gelo ou estiver a 4,5ºC ou menos, pode ser recongelado com segurança.
     
  • Se estiver completamente descongelado, mas ainda frio (com temperatura abaixo de 4,5ºC), poderá ser cozido e servido, ou cozido e recongelado.
     
  • Se o alimento estiver descongelado e morno (acima de 4,5ºC) e exposto à temperatura ambiente por mais de 2 horas, deverá ser descartado.
     
  • descongelamento parcial e posterior recongelamento poderá reduzir a qualidade de alguns alimentos.
     
  • Carnes in natura e aves vindas do freezer poderão ser recongeladas sem muita perda da qualidade.
     
  • Alimentos pré-preparados, vegetais e frutas podem ser recongelados, mas terão parte das suas qualidades perdidas.
     
  • Sucos de frutas podem ser recongelados sem muita perda da qualidade, mas frutas congeladas ficarão pastosas.
     
  • Geralmente, alimentos refrigerados estarão seguros se a energia elétrica faltar por até 4 horas.
     
  • As portas devem ser mantidas fechadas e quaisquer alimentos perecíveis (carnes, aves, peixes, ovos e sobras de alimentos) que ficarem acima de 4,5ºC por 2 horas ou mais, devem ser descartados.
     
  • Alimentos que apresentam odor, cor ou textura não característicos, ou que estejam mornos quando tocados, também devem ser descartados.


O chuveiro elétrico: É fundamental manter a chave de temperatura adequada às estações. A posição “verão” permite reduzir em até 30% o consumo de energia. Mas atenção com a segurança: nunca mude a posição da chave com o chuveiro ligado. Outra recomendação: instale o fio terra.

A potência de um chuveiro elétrico varia de 2.000 e 6.000 Watts. Para calcular seu consumo, utiliza-se a seguinte fórmula:

Consumo mensal (kWh)= potência (W) x horas de uso/dia x dias de uso no mês ¸ 1000

Exemplos de consumo

Chuveiro de 2.500 W (família de 4 pessoas)
um banho de 6min=consumo de 0,25kWh
quatro banhos de 6min= consumo de 1kWh
total: consumo de 30kWh/mês

Chuveiro de 5.000W (família de quatro pessoas)
1 banho de 6min= consumo de 0,50kWh
4 banhos de 6min= consumo de 2kWh/dia
total: consumo de 60kWh/mês


A iluminação:

em média, o uso da energia elétrica para a iluminação de ambientes é responsável por 20% do consumo total de uma residência.
A medida mais eficiente para economizar é aproveitar ao máximo a luz natural. Mantenha sempre as janelas bem abertas e permita a entrada do sol no ambiente residencial. Se você vai construir ou reformar, converse com o arquiteto (ou construtor) sobre as possibilidades de aproveitamento da luz natural (para poupar na iluminação) e das correntes de ar (para poupar na refrigeração). Paredes claras deixam o ambiente mais claro.

Use somente lâmpadas de voltagem compatível com a voltagem da rede da concessionária. Lâmpadas de voltagem menor que a da rede duram menos e queimam com mais facilidade.
Lâmpadas fluorescentes dão melhor resultado, duram mais e gastam menos energia. Uma fluorescente de 40W ilumina mais que uma incandescente de 100W, e uma fluorescente de 30W ilumina mais que uma incandescente de 60W.
Os produtos da área de iluminação que atualmente recebem o Selo Procel Inmetro são:
 

  • Lâmpadas fluorescentes compactas integradas e não integradas
     
  • Lâmpadas circulares integradas e não integradas
     
  • Reatores adaptadores para lâmpadas fluorescentes compactas ou circulares.

A concessão do Selo Procel Inmetro deverá ser estendida, em breve, aos seguintes produtos:
 

  • Reatores eletromagnéticos para lâmpadas fluorescentes tubulares;
     
  • Reatores eletrônicos para lâmpadas fluorescentes tubulares;
     

Reatores para lâmpadas a vapor de sódio.

Prevê-se, ainda, conceder o Selo a produtos como: sensores de presença, lâmpadas fluorescentes tubulares, luminárias eficientes e outros.
 

  • o televisor:

    Este é um eletrodoméstico muito utilizado, em média de 4 a 5 horas por dia. Tem uma potência de 70 a 200 Watts. Consome, mensalmente, entre 10 e 30kWh, sendo responsável por cerca de 5 a 15% do consumo total de uma residência, segundo o modelo.
    A dica de economia mais eficiente é ligar só quando alguém tiver interesse de assistir.
    Importante: não mexa no interior do aparelho, mesmo desligado. A carga elétrica pode estar acumulada e provocar choques perigosos.
     
  • o ferro elétrico: conforme o modelo, a potência varia de 500 a 1.500 Watts e ele é responsável por um consumo mensal que varia entre 10 a 15kWh, cerca de 5 a 7% do consumo total.
    Deixe acumular a maior quantidade de roupa para passá-las todas de uma só vez. Aquecer o ferro de passar várias vezes ao dia provoca um grande desperdício de eletricidade. Os modelos com vapor são mais eficientes e, por isso, requerem menos energia.
     
  • a máquina de lavar roupas: este eletrodoméstico possui um ciclo de funcionamento com operações de lavagem, enxague e centrifugação. Tem um potência variável entre 500 e 1000Watts e consome de 5 a 10 kWh/mês, de 2 a 5% do total consumido na residência.

    Lavar a quantidade máxima de roupa indicada pelo fabricante é a melhor maneira de economizar com este eletrodoméstico. É recomendável limpar o filtro da máquina com freqüência e utilizar a dosagem indicada de sabão, que evita a necessidade de repetir a operação enxaguar.
     
  • Consumo de outros eletrodomésticos:

    Eletrodoméstico
    Potência média Watts
    Regime de operação
    Consumo mensal
    Lamp. Incand.
    100
    1 hora/dia
    3,0
    Lamp.fluorescente
    40
    1hora/dia
    1,2
    Freezer vertical
    300
    Mensal
    70,0
    Torneira elétrica
    2.500
    1hora/dia
    75,0
    Secadora
    1.500
    1hora/dia
    33,0
    Ar-Condicionado 10.000BTU
    1650
    3horas/dia
    75,0
    Aquecedor central
    2000
    4banhos/dia
    340
    Liquidificador
    200
    1/2hora/dia
    3,0
    Enceradeira
    300
    1hora/dia
    9,0
    Aspirador de pó
    400
    1hora/dia
    12,0

     

fonte:http://proceleficiencia.celesc.com.br/?novasessao=10


Contatos

Quebraseperdas